Aprender ensinando: a técnica Feynman

Imagino que você tenha alguns excelentes professores. Se puder ter uma conversa com pelo menos algum deles, pergunte como foi que ele aprendeu essas coisas que ensina. Ele provavelmente dirá que era um bom aluno na escola e que fez uma boa faculdade. Insista na investigação, perguntando sobre algum tópico especialmente complicado:

“Quer dizer que, quando você começou a dar aulas, já dominava assim o assunto X, só com o que aprendeu durante a faculdade?”

Muito provavelmente, se ele puder fazer uma reflexão honesta, dará a seguinte resposta:

“Olha, pra ser sincero, eu aprendi mesmo sobre isso quando comecei a dar aulas.”

Repita essa investigação com outros professores. Você descobrirá que essa resposta é muito mais comum do que parece, e ajuda a perceber que o esforço para ensinar algo é um dos melhores caminhos – senão o melhor – para realmente aprender sobre algum assunto. Essa é a premissa da “técnica Feynman”, que explicamos a seguir. Continue Lendo “Aprender ensinando: a técnica Feynman”